GENESIS = O INÍCIO

A história do UNIVERSO e da TERRA cuidadosamente estudada e planejada por DEUS, teve início no infinito e se prolongará para o infinito.

O presente trabalho apresenta a HISTÓRIA RELIGIOSA DA TERRA no espaço de tempo que ela estará sob o domínio ou efeitos do pecado dentro do espaço infinito.

Pela intromissão do "pecado", DEUS adiou seus planos pelo tempo e espaço que corresponde a história do pecado sobre a terra, pelo período abrangido por este trabalho.
A  CRIAÇÃO  DO  JARDIM  DO  ÉDEN  - O  PARAÍSO

A origem do Universo e de tudo o que há nele sempre despertou a curiosidade do homem. Em diferentes momentos surgiram explicações de diversos povos e culturas sobre a origem e a existência do Universo.

Explicação bíblica para a criação do mundo:

Não havia terra, nem céu, nem mar. Não havia Sol nem Lua. As pessoas e os animais também não existiam. Só existia Deus.

Até que... Deus resolveu criar o mundo. Então, fez aparecer o dia e a noite. Criou o céu, a terra e o mar. Fez milhões de plantas nascerem na terra: capim moitas, flores, árvores de todos os tipos.

Depois, Deus criou o Sol, a Lua e as estrelas. Tudo tão bonito! Deus ficou contente, mas achou que ainda não tinha acabado. Então quis fazer milhões de animais – os pássaros para o céu, os peixes para o mar, e muitos bichos para a terra.
Finalmente, Deus resolveu criar um ser vivo diferente, para cuidar da terra e dos animais. Deu vida a um homem e o chamou de Adão. A obra de Deus estava completa! Ele tinha levado seis dias para criar o mundo, e estava satisfeito com seu trabalho. Então descansou no sétimo dia. E esse dia ficou sendo para sempre o dia do descanso, o dia de Deus.

Já se passaram 2010 anos do nascimento de JESUS e ainda mais 4119 anos de CRISTO até Adão, totalizando então 6129 anos da criação de nosso sistema de vida atual.

Essa cena era normal no "Jardim do Éden" (Paraíso), que situava-se na Mesopotâmia (entre os rio Tigre, Eufrates, Pisom e Giom), onde hoje é o Irac. (Gênesis 2:11-13)
Depois que DEUS criou todas as coisas, de todos os animais e de todos os vegetais - DEUS criou Adão e depois deste 1º homem, DEUS formou Eva (a 1ª mulher).
No meio deste jardim havia um rio e DEUS plantou alí uma árvore que produzia o fruto da longa vida e ainda outra árvore que produzia o fruro da ciência do bem e do mal (que era proibido comer)
DEUS recolheu o Paraíso, para o Céu, esse casal foi expulso do Paraíso e passou a ter que trabalhar, para ter a sua subsistência . . . e assim será até o "Fim do Mundo" (que está próximo)
Recapitulando então, passaram-se 4119 anos da criação até JESUS e depois, mais 2010 anos até hoje, totalizando então 6129 anos de existência de nosso atual sistema de vida sob o império do pecado
Vieram os primeiros filhos desse casal. Caim, Abel, Seth e muitos outros, além de filhas. - Naquele início de sistema vital, era permitido o casamento (união) entre irmãos e irmãs. Aliás, como ainda hoje é com os pássaros, cujo casal nasce de mesmos pais
Caim (que oferecia sacrifícios de vegetais), se enciumou de Abel (que oferecia sacrifícios de animais) e o matou com uma paulada na cabeça. Esse foi o 1º homicídio no nosso mundo
Naqueles tempos as pessoas viviam muitos anos, Adão viveu 930; esse aí acima foi ENOCH (o 7º depois de Adão e seu pentaneto), viveu 365 anos em perfeita harmonia com o CRIADOR que o levou vivo para o céu. Esse santo homem foi o pai de Matusalém (ou Metusalém)
Matusalém (ou Metusalém), que viveu 969 anos; foi a criatura humana que mais viveu na face da terra
Pasaram-se 1656 anos, a humanidade se tornou má e corrupta transgredindo constantemente a 
Santa Lei de DEUS e então . . . veio o Dilúvio. 
DEUS orientou ao Noé, para construir um enorme barco (arca) . . .
. . . nesse barco (arca), DEUS fez entrar um casal de cada bicho, tudo sob o comando de Noé, sua esposa, seus três filhos - Sem (pai dos brancos), Jafeh (pai dos amarelos), Can (pai dos pretos) e as três noras

Choveu 40 dias e 40 noites . . . as águas cobriram a terra e mataram todo o resto da humanidade daquela época

Após 150 dias as águas minguaram e o barco (arca) repousou, no dia 17 do 7º mês, sobre o monte Ararat (5.165 metros) - hoje na Turkia
Dos citados três filhos de Noé, veio uma nova humanidade que também se corrompeu e resolveram, edificar a tal "Torre de Babel" para escapar de um possível novo dilúvio. DEUS então os confundiu em seus entendimentos, criando a diversidade de línguas
Mas . . . nem todos os homens eram maus. Na cidade de UR dos caldeus (no leste da Mesopotâmia), havia um homem justo e temente ao DEUS do céu. Esse homem se chamava "Abrão" e DEUS se agradou dele
Abrão em viagem com a sua criação, rumo à Canaã, a terra prometida
Abrão não tinha filhos porque sua mulher Sarai era estéril; então, ela lhe deu sua serva Hagar que lhe pario "Ismael" (pai dos ismaelitas)
A viagem foi longa . . . Abrão, levou consigo ao seu sobrinho Ló . . . tangendo os seus gados (bovino, muar, ovino e caprino além de galináceos) . . .
Iam de longe em longe acampando em tendas . . . e desceram até ao Egito, depois retornando . . .
Em cada acampamento Abrão levantava um altar, para oferecer sacrifícios ao  seu DEUS do Céu.
Abrão e Ló se separaram 
Ló escolheu ao oriente (nas pradarias de Sodoma e Gomorra) e Abrão foi para o ocidente (ao norte e até ao Mar Grande, ou Mediterrâneo)
Abraão expulsa Hagar e Ismael, para o deserto 
Ismael teve a filha "Basemat" que mais tarde desposou Esaú
DEUS mudou o nome Abrão, para ABRAÃO 
Também mudou o nome de Sarai, para SARA e fertilizou ela donde nasceu Isac
Como prova de seu amor ao CRIADOR - lhe foi solicitado que sacrificasse o filho Isac, ao seu DEUS. Quando Isac ia ser imolado, um anjo segurou o seu braço e disse-lhe que tinha passado por essa terrível provação

A bela Rebeca é escolhida para desposar Isac
Rebeca vem ao encontro de Isac

Isac e seus dois flhos gêmeos:  Esaú (o moreno e 1º que nasceu)  e  Jacob (o loiro e 2º que nasceu)

Esaú e Jacob, filhos de Isaac, netos de Abraão 
Esaú vendeu sua primogenitura para Jacob 
Esaú é o pai dos "midianitas" (donde se originaram os "jordanianos") 
Jacob é o pai dos "israelitas"
Jacob cobriu os braços com peles, para receber as bênçãos especiais de seu pai Isaac
Jacob sonhou que via uma escada que tocava o céu e por ela - anjos desciam e subiam . . .

Jacob teve de lutar contra um anjo . . . e após, DEUS lhe mudou o nome para "Israel"

Jacob pede a Labão, sua filha Rachel em casamento


O 1º sonho de José - Viu ele 12 feixes de trigo se curvarem em adoração ao seu feixe (Gênesis 37:5-8)
O 2º sonho de José - Viu ele que o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam a ele (Gênesis 37:9-11)
Jacob permite que José vá pastorear seu rebanho, juntamente com seus irmãos
José é colocado numa cisterna
José foi vendido por seus irmãos, para uns mercadores ismaelitas que viajavam ao Egito
Jacob recebe a túnica ensangüentada de José
Então, os irmãos de José mentiram ao pai, que José tinha sido devorado por uma besta-fera e só havia restado a sua túnica que o velho Jacob acariciava chorando
No Egito, José foi vendido a Potifar (capitão das guardas do Faraó), ao qual servia como copeiro-mór
José era bonito e jovial, pelo que a mulher de Potifar se interessou por ele, que fugiu perdendo um pedaço de suas vestes, que lhe serviram como testemunha de acusação, sendo por isso preso - quando inetrpretou o sonho do padeiro-mór que seria morto naquele dia
O copeiro-mór do Faraó foi libertado da prisão e o padeiro-mór foi enforcado, tudo conforme José havia interpretado em seus sonhos, respectivamente
As vacas gordas - sonho do Faraó, interpretado por José - (7 anos de prosperidade e fartura)
As vacas magras - sonho do Faraó, interpretado por José - (7 anos de miséria e fome)
José recebe do Faraó o "anel" de 1º Ministro do Egito
O 1º Ministro José com honrarias de Chefe de Estado, no Egito
José tinha graça e voz diante do Faraó
José governava o Egito
José recebeu seus irmãos e os reconhece sem ser reconhecido
Quando os irmãos de José retornavam para Canaã, verificaram que no saco de cada um havia o dinheiro do pagamento
José chora em oculto
Os irmãos de José são interceptados pelos guardas do Egito
Jacob libera Benjamim, para ir ao Egito
José recebe seu irmão caçula, Benjamim (ambos filhos de Rachel)
José presenteia Benjamim, seu irmão caçula e filho da mesma mãe
José mandou buscar seu pai Jacob (que veio numa caravana de 66 pessoas, das quais sua descendência permaneceu no Egito, por 430 anos (Êxodo 12:40)
José recebe de braços abertos, seu velho pai Jacob
Jacob morreu no Egito e seu corpo foi levado a seu pedido, para Canaã (por ordem de José, seu filho)
A morte de José
Joquebed (a mãe de Moisés), trama um cestinho de vime . . .
Joquebed coloca o pequeno Moisés naquele cestinho, solta nas águas do rio Nilo e ordena à Miriam (sua irmã), para observar o que iria acontecer . . .
Eis que a Princesa Thermutis, depois Rainha Hatshepsut (filha do Faraó) foi se banhar nas águas do rio Nilo e avista o tal cestinho . . .
A Princesa Thermutis (depois Rainha Hatshepsut), pede que lhe tragam o cestinho . . . abre e encontra o pequeno neném Moisés . . .
A Princesa busca uma mãe-de-leite entre as hebréias e Miriam se oferece para trazer uma que havia perdido seu filho - era Joquebed, a própria mãe de Moisés . . .
Moisés recebe educação principesca
Moisés é considerado Príncipe
Moisés era um Ministro mui honrado e tinha livre trânsito no reino do Faraó
A escravidão dos hebreus no Egito
Certo dia Moisés viu um egípcio maltratar um hebreu . . . se irritou e matou aquele egípcio - Depois, teve medo de morrer e fugiu para a terra de Midiã onde habitava o fazendeiro Jetro (pai de Zípora, com quem se casou)
Moisés se tornou um pastor e cuidava dos rebanhos de seu sogro Jetro
Certo dia Moisés viu uma sarça ardendo em chamas, porém sem se consumir - se achegou à sarça e ouviu uma voz que dizia: "Não te chegues para cá; tira tuas sadálias porque esse lugar é santo" (Êxodo 3:1-5)
A 1ª praga - As águas tornam-se em sangue
A 2ª praga - A invasão de rãs 
A 3ª praga - A infestação de piolhos
A 4ª praga - A invasão de moscas
A 5ª praga - A peste dos animais
A 7ª praga - A saraivada
A 8ª praga - Os gafanhotos
A 9ª praga - As trevas
A 10ª praga - A morte dos primogênitos
E assim 603.550 israelitas partiram do Egito, levando também o esquife com os ossos de José (Números 1:46)
A travessia do Mar Vermelho - As águas se abriram, os israelitas passaram . . .
. . . e as águas tornaram a fechar matando os egípcios que vinham em seu encalço
tudo isso sob o espectador olhar de Moisés com sua fé inabalável
Na peregrinação pelo deserto do Sinai, Moisés viu o povo com fome . . . pediu a Deus que os alimentasse e Deus lhes mandou o "Maná do Céu" (na 6ª feira era pra ser juntado em dobro, para comerem no 7º dia da semana, o sábado destinado ao descanso e santificação)
Deus, também enviou codornizes (aves comestíveis)
No deserto, o povo teve sêde e Deus ordenou que Moisés falasse com a rocha de Refidim para dela verter água - Moisés (desobedeceu) e feriu com seu cajado a rocha donde jorrou água em abundância
Chegando ao monte Sinai (ou Horeb), Moisés subiu nele para orar - o monte fumegava . . . e tremia . . . e lá Moisés recebeu as duas tábuas da Santa Lei de Deus
Quando Moisés desceu com as táboas da Santa Lei, o povo havia feito um bezerro de ouro que estavam adorando . . .
Moisés irritado jogou as táboas numa pedra, quebrando-as - Depois, teve de lapidar outras táboas, para que Deus nelas escrevesse novamente a Sua Santa Lei, dos "Dez Mandamentos"
Moisés ordenou que o tal bezerro de ouro fosse jogado ao fogo, que o consumiu
Arão (irmão de Moisés), foi ordenado Sumo Sacerdote e este, ordenava outros sacerdotes para cuidarem das obrigações sacerdotais na TENDA . . . (depois, no TABERNÁCULO . . . e depois, nos TEMPLOS)
"A vara de Arão" que floreceu e foi guardada na "Arca da Aliança" (juntamente com as duas táboas da Santa Lei dos Dez Mandamentos e um gômer de Maná)
A TENDA da congregação israeilita no deserto (XVI a.C.), era uma habitação móvel como as que usavam os pastores, as tribos nômades e os soldados.

Durante o dia uma nuvem o cobria e durante a noite pairava sobre a TENDA uma coluna de fogo, enquanto durou a viagem pelo deserto (do monte Sinai à cidade de Siquém (hoje Nablus, na Samaria hoje Palestina).
A ARCA DA ALIANÇA (toda revestida de ouro)
O CANDELABRO de sete castiçais (ladeado pela Mesa dos pães da proposição e pelo Incensário)
"E aconteceu que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia, mas, quando ele abaixava a sua mão, Amaleq prevalecia. . . . Arão e Hur sustentaram as mãos de Moisés" (Êxodo 17:11 e 12)
Quando chegaram à margem leste do rio Jordão, Moisés enviou dois israelitas para espiarem a terra Canaã, do outro lado do rio Jordão. Eles troxeram de lá um enorme cacho de uvas e todas as notícias que interessavam a Moisés
O grande líder Moisés não entrou na terra prometida de Canaã. Somente lhe foi permitido subir ao monte Nebo (no cume do Pisga), na terra de Moab e alí morreu - sendo que seu corpo foi disputado pelo arcanjo Miguel e pelo diabo (Judas 9)
40 anos durou a peregrinação de Israel, pelo deserto

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MARDUK - O MALDITO DEUS PROTETOR DA BABILONIA

LILITH - UM DEMÔNIO FEMININO

Os 72 nomes de Deus