Shimaa D Eashoa Msheekha Bar-YHWH (Ehyeh-Asher-Ehyeh, Adonai, Elohim, El, El Shaddai, El Elyon, El Roi, El Olam)

(Em nome de Jesus Cristo Filho de Deus (Eu Sou O Que Sou, Senhor, Deus, O Forte, Deus Todo-Poderoso, Deus Altíssimo, Deus Que Vê, Deus Eterno)

I M P O R T A N T E! ! !

Meus caros e amados irmãos, a intenção deste blog é simplesmente apresentar alguns estudos e idéias, aproveitando aquilo que nos edifica e refletindo sobre aquilo que não concordamos, de maneira alguma temos a intenção de atingir a fé ou crença alguém. Espero que Deus possa dar entendimento e sabedoria para juntos buscarmos a cada dia mais comunhão e presença de Deus!!! Shalom Adonai!


25 de agosto de 2016

COMPREENDENDO AS REALIDADES ESPIRITUAIS


A Palavra de Deus nos diz em I João 5:19 “o mundo inteiro está no maligno” (versão Thompson). Sabemos que paralelo ao mundo físico que vemos e apalpamos existe o mundo espiritual, que rege o físico, e que as coisas antes de acontecerem no mundo físico acontecem primeiramente no espiritual. Quando entendemos essa realidade, torna-se mais fácil compreender determinadas situações que ocorrem no mundo e porque João faz essa afirmativa tão assustadora; “o mundo inteiro está no maligno”.

Antes de me converter, muitas vezes questionava o porquê havia guerras, destruições, fome, mortes, filhos separados de seus pais, vícios e tantas outras desgraças pelo mundo. E eu sempre perguntava: Onde está Deus que não vê nada disso? Porque Ele não faz alguma coisa? Porque o mundo não tem paz? Se Ele que pode não faz nada, então eu não preciso de Deus, e por mais absurdo que pareça já fiz campanha no inicio da minha fé até para o Diabo converter, pois cria que se o coração dele fosse alcançado desmoronaria então toda estrutura diabólica introduzida ao mundo... inocência minha pensar assim, sabemos que satanás além de não ter coração a palavra de Deus diz que para ele não tem salvação pois já foi sentenciado...
Hoje, à medida em que crescendo na fé e conhecendo a Palavra de Deus, acho que entendo porque “o mundo inteiro está no maligno”.
Uma vez que vivemos ainda nesse mundo, o que precisamos, é saber guerrear continuamente contra as opressões, depressões, possessões, maldições, e tantas outras coisas que satanás tenta armar contra o povo de Deus.
Todos os dias convivemos com essas realidades espirituais em nossa cidade, no bairro, na rua, nos lares. Daí a necessidade de fazer um mapeamento do bairro, ungir a rua, as casas, começar a reunião com batalha espiritual; porque estão todos à postos, armados até os dentes, e prontos para atacar e trazer confusão para a igreja. Não se vence uma batalha espiritual apenas se revestindo com a armadura e empunhando a espada (efésios 6:1-18). É preciso conhecer o inimigo, suas estratégias e seu arsenal, para contra-atacarmos com armas mais poderosas e no poderoso nome de JESUS lançar todos por terra.

Vamos entender então, como eles agem:

OPRESSÃO

A palavra opressão no dicionário português significa: sobrecarregar com peso, apertar, comprimir, pressão que esmaga, sufoca. Podemos ver e sentir os reflexos da opressão por toda parte, porque essa é a função dos demônios, oprimir a humanidade. A opressão é um nível de ação satânica a qual todos estamos sujeitos – cristãos e não-cristãos, em graus de intensidade diferentes. Vários personagens bíblicos passaram por opressão demoníaca.
1. Adão e Eva (Gn. 3:17)
2. O Povo de Israel ( Ex. 3:9)
3. Saul (I Sam 16:14-15)
4. O Sumo Sacerdote Josué (Zc. 3:1)
5. Pedro (Mt. 16: 21-23)
6. Jesus ( Mt. 4:1-11)
7. Judas (Jo 13:2)
8. Paulo ( II Co 12:7-10 / I Tess. 2:18)
9. Ananias e safira (At. 5:1-11)
10. Jó (Jó 1)

Não podemos ser afligidos pela opressão e desanimar. Temos que enfrentá-la e não descansar enquanto ela não cair por terra. A opressão não combatida, abre portas para a depressão e em muitos casos para a possessão demoníaca.
É preciso combater o problema na base, e várias situações são a base para que a opressão se instale:
1. Pecado – Quanto maior, maiores as opressões
2. A vontade do inimigo – Quanto mais frutificamos para o Reino de Deus, mais ataques o inimigo investirá contra nós. São os “dias maus”.
3. Descuido da Batalha – Não temos que ter medo do inimigo, mas também não podemos ser negligentes com a vigilância. A oração de intercessão diária é fundamental.
4. A Vontade de Deus – Às vezes Deus permite passarmos por opressões do inimigo para nos provar e para forjar o caráter de cristo em nós.

A opressão pode se manifestar de 3 maneiras:
·         no corpo;
·         na alma (mente);
·         e nas circunstâncias.

NO CORPO:

1. Doenças e distúrbios orgânicos: dor de cabeça, falta de ar, dor na coluna, enjôo, pontadas no corpo, sonolência, insônia, inchaço do corpo ou da cabeça, desmaios, convulsões, etc.
Entretanto, antes de afirmar que é opressão, é preciso verificar alguns aspectos importantes:
a) verificar como a enfermidade se originou;
b) se a pessoa já foi ao médico e há um diagnóstico;
c) se a atuação e a dor são constantes e inexplicáveis;
d) qual o nível de contato da pessoa com o ocultismo;
e) se alguém na família sofre a mesma enfermidade (hereditariedade);
f) se alguém lançou alguma praga e em seguida a enfermidade originou;
g) como foi o passado da pessoa, se há feridas;
h) se a pessoa guarda mágoas profundas
2. Ataques violentos sobre o corpo, com queimações vinda da planta dos pés até a cabeça, com suores, tonteiras e dores na cabeça.
3. Fortes compulsões para as obras da carne. Há uma ação específica de demônios por detrás de cada obra da carne.

NA ALMA (MENTE):

A mente é o maior campo de batalha entre o homem e satanás. As forças malignas tentam se aproximar o máximo de nossa mente, lançando setas para alterar nossas emoções e personalidade e tentar determinar o que devemos sentir, pensar, ser e agir. Com isso, eles tentam controlar nossa vontade própria, substituindo-as pelas deles.

NAS CIRCUNSTÂNCIAS:

Os demônios agem nos acontecimentos que nos cercam no dia-a-dia: problemas familiares, financeiros, perseguições, amarras em geral (o dia não rende, as coisas não acontecem e você não produz nada) enfermidades. Tentam com isso nos abalar psicologicamente e enfraquecer nossa comunhão com Deus através desse tipo de opressão. A opressão, tanto no corpo como na alma e nas circunstâncias, se não for combatida, leva a pessoa à depressão.

DEPRESSÃO

A depressão é um domínio um pouco mais acentuado que a opressão, pois as forças da pessoa são minadas a tal ponto que ela começa a se entregar ao desânimo e apatia. A pessoa não quer conversar e ver ninguém (normalmente o depressivo tem tendência a ficar sozinho num local escuro – induzido pelas forças malignas). Normalmente se não tratado, a depressão leva ao suicídio.

POSSESSÃO

A possessão demoníaca se dá quando um ou mais demônios se apossam e permanecem no corpo de uma pessoa, assumindo total controle da mente e do corpo. Nesse caso, a personalidade fica totalmente escravizada. É uma situação muito lamentável de se ver.

A possessão demoníaca causa mudanças na pessoa como:

1. MUDANÇA DE PERSONALIDADE: Catatonia; Violência e acesso de fúria; Subir em árvores como animal; Choros; Bramidos; Cuspe; Gritos e berros; Tosse; Tremedeiras; Latidos; Rastejar como cobra; Zombaria e Orgulho.

2. MUDANÇA FÍSICA: Afeta a voz; Babas; Sintomas epilépticos; Olhos vidrados e parados
3. MUDANÇA MENTAL: Capacidade anormal – telepatia, levitação, premonição, línguas desconhecidas (xenoglosia – muito parecido com a língua dos anjos).

4. MUDANÇA ESPIRITUAL: reage com violência à confissão da Palavra, Louvor, Oração.
Como saber se uma pessoa está sofrendo influências demoníacas? (opressão, depressão, possessão etc.):

NO ASPECTO ESPIRITUAL:

1.Oposição ao Evangelho
2. Fechado à ação do Espírito
3. Descrença absoluta
4. Dureza de coração
5. Falta de paz interior
6. Farisaísmo religioso
7. Fanatismo
8. Superstição
9. Idolatria
10. Mediunidade

NO ASPECTO PSICOLÓGICO:

1. Nervosismo
2. Medo
3. Insônia
4. Desejo de suicídio
5. Abrasamento sexual
6. Desequilíbrio emocional
7. Depressão
8. Ressentimento
9. Ódio
10. Mágoa
11. Mania de perseguição
12. Ira
13. Mau humor constante e repentino
14. Comportamento irracional
15. Más ações contínuas
16. Hábitos escravizadores (vícios)
17. Compulsões
18. Sonhos e pesadelos horríveis repetidos
19. Doenças psíquicas
20. Desejo compulsivo de amaldiçoar
21. Repulsa contra a Bíblia
22. Sentir-se perturbado
23. Dúvidas aterradoras sobre a salvação
24. Adivinhação

NO ASPECTO FÍSICO:

1. Dores de cabeça constante
2. Desmaios e convulsões
3. Problemas no útero e ovários
4. Problemas nos rins e vias urinárias
5. Pontadas no corpo
6. Falta de ar
7. Dor e Peso na coluna
8. Enjôo
9. Sonolência
10. Insônia
11. Inchaço do corpo
12. Inchaço na cabeça
13. Alergias
14. Dores no estômago
15. Falta de apetite constante
16. Apetite mórbido
17. Gosto excessivo por doces
18. Estafa
19. Dores no ouvido
20. Enfermidade sem diagnóstico médico

Como ajudar e orientar uma pessoa que se encontra nessa situação em sua igreja?

1. É necessário que a pessoa se conscientize de que está cativa dos demônios e queira ser liberta de verdade e não apenas ficar momentaneamente livre do problema.
2. Arrependimento genuíno da prática do pecado
3. Renunciar aos pecados definitivamente
4. Ser humilde e reconhecer a total dependência de Deus
5. Estar disposta a perdoar (lembrar que aquele que não perdoa será lançado aos atormentadores)

Essas são algumas das realidades espirituais que presenciamos e lidamos no dia-a-dia em nossas Igrejas em nosso convívio cecular com as pessoas. É preciso ter conhecimento, mas acima de tudo é preciso buscar em Deus uma vida de santificação para que não venhamos a passar por situações semelhantes, lembrando sempre que temos uma carreira a trilhar proposta pelo Senhor e um alvo a atingir, que é a estatura de varões e varoas perfeitos. Portanto, caminhemos sem medo porque o reino de satanás é grande e tenta todos os dias aumentar suas fronteiras nos atacando diariamente com intuito de dominar nossos corações e mentes, nos fazendo sucumbir a suas mentiras e de seus demônios, pois veio para matar roubar e destruir, mas lembre-se que o Senhor venceu a morte na cruz e nos ofereceu um Reino eterno na presença do Pai, Deus estará sempre em nossa frente seja a batalha que for e onde quer que aconteça ele estará sempre ao seu lado.

Shalom!!


13 de abril de 2016

O General sem farda e o cidadão Céu!

O General não queria saber de assuntos ligados a Deus, interpelou o simples cidadão sentado na mesa em sua frente dizendo:

“PARA O MEU GOSTO O SENHOR ESTÁ FALANDO DEMAIS EM ETERNIDADE, TENTANDO INTIMIDAR-NOS, ENTRETANTO GARANTO QUE NÃO SABE TRANSMITIR QUALQUER INFORMAÇÃO CONCRETA RELACIONADA COM O ASSUNTO.”

“SIM SENHOR!”

Posicionou-se este cidadão simples e respondeu:

O QUE SERIA ISTO?” debochou o General;

“SERÁ QUE O SENHOR AINDA VAI SER GENERAL DEPOIS DE MORRER?”

“NÃO!” respondeu o General em tom de nervosismo;

“O SENHOR TEM CERTEZA DISSO?” disse o simples cidadão;

“ABSOLUTA” reconheço que o senhor sabe algo de bem concreto em relação à eternidade.

Agora o senhor deveria refletir sobre o que vai sobrar quando tirar o uniforme e estiver sem as insígnias e condecorações.

O General se calou e ficou pensativo – O QUE REALMENTE SOBRARÁ DE NÓS?

Uns dizem:

Então não sobra nada, aí tudo está acabado. Outros dizem que todos, sem exceção, irão para o céu. Existe ainda uma corrente que afirma que as almas pecaminosas vão para um local onde serão preparadas para o céu.

A bíblia não diz absolutamente nada a respeito das alternativas mencionadas. A bíblia é bem clara sobre este assunto, e no livro de Hebreus, capitulo 9:27 diz:

Cada pessoa tem de morrer uma vez ao e depois ser julgado por Deus.

Você pode ter toda certeza de que não vai escapar desta realidade, nem mesmo sendo desleixado, ou não acreditando em nada, ou blasfemar, e não encontrar tempo para raciocinar sobre este tema, mas você estará presente em seu enterro. Esteja certo também que, daqui, você não vai levar nada, absolutamente nada.
Para onde você irá depois da morte, é uma decisão que terá que ocorrer durante a vida.

Se crer em Jesus, você não irá a julgamento e poderá, pela graça de Jesus, estar eternamente no céu, em comunhão com Deus.

Se você rejeitar Jesus, então será rejeitado naquele dia.

A escolha é sua, e você colherá o resultado da sua decisão, PARA ONDE VOCÊ VAI PÓS A MORTE?

Sugiro que escolha Jesus, creia na palavra de Deus, e então você encontrará a melhor solução para a questão.

O malfeitor que foi crucificado com Jesus, pelo fato de se arrepender dos seus pecados, pode ouvir as palavras que lemos no evangelho de Lucas 23:43:

Eu lhe afirmo que hoje você estará comigo no paraíso.

A decisão é sua! Jesus te ama!

Shalom!


15 de março de 2016

A SOMBRA DA CRUZ!

fb_5fa4927428fa69d3dc3dc91d2af8c44d
Conta a história que um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e de molhar somente um dedo do pé antes de qualquer mergulho.

Alguém intrigado com aquele comportamento, perguntou-lhe qual a razão daquele hábito.

O nadador sorriu e respondeu:

Há alguns anos era eu um professor de natação. Eu os ensinava a nadar e a saltar do trampolim. Certa noite, eu não conseguia dormir, e fui à piscina para nadar um pouco. Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do teto de vidro do clube. Quando eu estava no trampolim, vi minha sombra na parede da frente. Com os braços abertos, minha imagem formava uma magnífica CRUZ. Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando minha imagem. Nesse momento pensei na cruz de Jesus Cristo e no seu significado.

Eu não era um cristão, mas quando criança aprendi que Jesus tinha morrido para nos salvar pelo seu precioso sangue. Naquele momento as palavras daquele ensinamento me vieram à mente e me fizeram recordar do que eu havia aprendido sobre a morte de Jesus. Não sei quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos.

Finalmente desci do trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. Desci a escada e meus pés tocaram o piso duro e liso do fundo da piscina. Haviam esvaziado a piscina e eu não tinha percebido. Tremi todo, e senti um calafrio na espinha. Se eu tivesse saltado seria meu último salto. Naquela noite a imagem da cruz na parede salvou a minha vida.

Fiquei tão agradecido a Deus, que ajoelhei na beira da piscina, confessei os meus pecados e me entreguei a DEUS, consciente de que foi exatamente numa cruz que Jesus morreu para me salvar.

Naquela noite fui salvo duas vezes e para nunca mais me esquecer, sempre que vou à piscina molho um dedo do pé antes de saltar na água….

Deus tem um plano na vida de cada um de nós e não adianta querermos apressar ou retardar as coisas pois tudo acontecerá no seu devido tempo…

Shalom!

Não tenha Medo!


29 de janeiro de 2016

O Homem Rico e o Pastor Pobre

Certa vez, um homem rico estava conversando com um jovem pastor muito humilde. Este homem sabia que o jovem pastor morava em meio a uma horrível miséria no local onde morava e cometeu o erro de tentar mostrar o que ele pensava de acordo com o que sua posição social elevada e seu olhar julgador alcançavam então o homem pensando estar mostrando profunda compaixão e consideração do alto de seu entendimento disse ao jovem pastor:

pastor, eu minha família temos orado por você, por seus familiares por causa de sua pobreza.”

O humilde pastor olhou com um olhar cheio de amor nos olhos do homem e disse:

Não senhor, vejo que não compreende o que é riqueza aos olhos de Deus. Nós é que estamos orando por sua vida e de seus familiares por causa de sua prosperidade.”

O homem rico ficou confuso, e deu um passo atrás. Mas o jovem pastor com muito cuidado e uma enorme consideração começou a explicar:

nós oramos pelos ricos como o senhor, porque é muito mais difícil um desses ricos estarem onde Deus quer em meio a prosperidade, do que para nós em meio a toda essa pobreza.

Shalom!

22 de setembro de 2015

A TAMARGUEIRA

Sejamos como a Tamargueira no Deserto:
Fugi, salvai a vossa vida; sede como a tamargueira no deserto” (Jr 48:6). O juízo de Deus estava sendo apregoado sob várias cidades que seriam desoladas, transformadas em lugar deserto. Por causa da maldade do povo, da dureza do coração e da incredulidade. O versículo prossegue: “Fugi.... por causa da confiança nas tuas obras, e nos teus tesouros, também tu serás tomada” (Jr 48:7).

Sobre a Tamargueira

A tamargueira é uma planta de crescimento lento, madeira macia que se desenvolve como arbusto ou árvore de pequeno porte em solos onde há água perto da superfície. A árvore é cheia de sulcos das regiões desérticas, com folhas muito pequenas em forma de escamas.  Em muitas áreas onde os cursos de água são pequenos ou intermitentes, ela domina a região, sendo capaz de limitar severamente a água disponível, ou até secar uma fonte de água. A tamargueira produz um tipo de tâmara, recebe a luz solar e a transforma em massa. Quanto mais sol ela recebe, mais abre os seus pendões. Ela abre os pendões e cresce ereta (para o alto). Outra árvore qualquer morre no deserto, mas a tamargueira não, ela vive e produz suas tâmaras. É altamente resistente, ao ser queimada, não leva muito tempo para que surjam novos brotos.

Um Exército de Tamargueiras
A tribulação prestes a acontecer e aquele povo não estava preparado para o combate, de outra forma, o profeta Jeremias teria orientado a enfrentar o exército inimigo. Essa ordem de enfrentamento aconteceu em muitos combates protagonizados por Israel. Deus, escolhia os lideres e os capacitava para estarem à frente das batalhas. Foi assim com Moisés, Josué e Davi que sobrenaturalmente venceu gigantes. Pela fé, confiança em seu Deus.

O conselho foi: “Fugi, salvai a vossa vida; sede como a tamargueira no deserto”
(Jr 48:6)

Vencer na adversidade. Aprender a confiar em Deus e perceber que o socorro do homem e dos bens materiais era vão. Ser tamargueira implicaria em situação de isolamento, reflexão, separação: do pecado, costumes e mentalidade predominante. Um exército de tamargueiras no deserto era o que pedia o coração de Deus através do profeta Jeremias. Uma nação, voltada para o socorro do alto, a Fonte de força e vitória.

Quem passa por uma tamargueira no deserto, pode estender suas mãos e pegar de seus frutos, alimentar-se deles durante o percurso de viajante no deserto. Tamargueiras dão sombra e alimento em meio à aridez e escassez. O segredo é que elas captam água a longas distâncias e ao absorverem a luz do sol, transformam seus pequenos frutos. Homens tamargueiras não cessam seus frutos em tempos de adversidade e transformam situações de derrota em alimento para si e para os viajantes.  As tamargueiras são prodígios de Deus porque apenas Ele é capaz de fazer com que uma planta sobreviva em clima tão quente como o deserto. Mas Ele dá as condições para isso.

Homens tamargueiras não devem colocar a fé no seu semelhante, mas confiam inteiramente em Deus, Ele sustenta de forma prodigiosa diante de toda e qualquer batalha.

“Fugi, salvai a vossa vida; sede como a tamargueira no deserto”
(Jr 48:6)

Fugir Para Avançar Tempos Mais Tarde

A fuga aqui não indica medo, covardia, mas crescimento. A tamargueira no deserto me ensina que às vezes é necessário retroceder para vencer. O apóstolo Paulo, certa feita, se fingiu de morto na cidade de Icônio. “Apedrejaram a Paulo e o arrastaram para fora da cidade, cuidando que estava morto” At. 14:19. Foi uma situação de fuga, ele não se viu em condições de enfrentar os inimigos, se tivesse ido por esse caminho, teria morrido verdadeiramente.

A tamargueira me diz que tenho que recuar algumas vezes para avançar tempos mais tarde. É necessário fortalecer-se no deserto, para poder enfrentar os exércitos. Olhando para a Bíblia, vemos que todos os que prosperaram na caminhada com Deus tiveram seu tempo de “fuga”. Moisés fugiu do Egito para abrigar-se em Mídia, lá foi moldado até se tornar “o homem mais manso da terra”,  capaz, preparado para ser líder. Nm 12:3.

Sou Tamargueira:

Tempo no deserto é tempo de crescimento. De buscar água na fonte com toda a força da raiz. É tempo  de viver do maná que é a Palavra de Deus e desse mesmo maná alimentar outros. Tamargueira é refúgio, mas ela é sustentada por um Refúgio maior. Assim somos nós. Não nos desesperemos quando os inimigos se voltarem contra nós, mas fujamos para perto de Deus. Nossa vida não está firmada na força humana, mas na força e providência de Deus. A tamargueira tem alta capacidade de regeneração. Deus tem anseio por transformar situações, regenerar e nos garantir vitória:

“Meus pensamentos sobre vós é de paz, para vos dar o bem que precisais” (Jr 29:11).

Que em tempos de desolação, sejamos nós como a tamargueira no deserto.

Shalom Adonai!


6 de julho de 2015

O Senhor é o Meu Pastor
Nós seres humanos queremos fazer as coisas do nosso jeito. Esqueça a forma fácil de fazer. Esqueça o jeito comum. Esqueça a melhor maneira. Esqueça o jeito de Deus. Queremos fazer as coisas do nosso jeito! E, de acordo com Isaías 53:6, esse é exatamente o nosso problema.

“Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho”.

Você não imaginaria ovelhas sendo obstinadas. De todos os animais de Deus, a ovelha é um dos menos capazes de cuidar de si. Davi disse, “O Senhor é o meu pastor.” Será que Davi não podia ter pensado numa metáfora melhor? Ovelhas não são inteligentes. Por que ele não escolheu algo além de ovelhas? Que tal “O Senhor é o meu Rei e eu seu embaixador.”? Todo mundo para quando o embaixador fala. Mas, quem nota quando as ovelhas de Deus aparecem? Só um nota. O pastor. E é exatamente este o ponto de Davi!
Reflita! Shalom Adonai!


Mais Esponja, Menos Pedra

Faça da presença de Deus a sua paixão. Como? Seja mais esponja e menos pedra. Ponha uma pedra no oceano, e o que acontece? Sua superfície fica molhada. O exterior pode mudar de cor, mas o interior permanece intocável. Mas coloque uma esponja no oceano, e note a mudança. Ela absorve a água. O oceano penetra em cada poro e altera a essência da esponja.
Deus nos cerca da mesma maneira que o Pacífico cerca um seixo do chão do oceano. Ele está em toda parte – acima, abaixo, em todos os lados.
Nós escolhemos nossa respostapedra ou esponja? Resistir ou receber? Tudo dentro de você diz para endurecer o coração. Corra de Deus; Resista a Deus; Culpe a Deus. Mas tenha cuidado. Corações duros nunca curam. Corações esponjosos curam. O Salmista determinou:
“Quando eu tiver medo, confiarei em Ti.”
Abra cada poro da sua alma para a presença de Deus!
Shalom Adonai!